Enem 2011

A proposta de redação do Enem 2011 manteve o formato clássico: redigir um texto dissertativo-argumentativo, segundo a norma padrão da Língua Portuguesa, sobre um determinado tema.

a) Tema proposto: “Viver em rede no século XXI: os limites entre o público e o privado”.

b) Tipologia textual: dissertativo - argumentativo. Com base na situação- -problema proposta, o participante deveria expressar sua opinião, ou seja, apresentar uma tese. Para tal, poderia inspirar-se nos textos motivadores, mas sem copiá-los, pois eles devem ser entendidos como instrumentos de fomento de idéias, para que cada um possa construir o seu próprio ponto de vista. Nos parágrafos seguintes, o participante apresentaria argumentos e fatos em defesa de seu ponto de vista, inter-relacionados, com coesão e coerência.
c) O texto deveria ser redigido de acordo com a norma padrão da Língua Portuguesa. Assim, o participante deveria estar atento à concordância e à regência nominal e verbal, à grafia de palavras, à acentuação gráfica, à pontuação e à adequação vocabular.
d) O texto definitivo deveria ser escrito a tinta, na folha própria, em até 30 (trinta) linhas.
e) A redação com até 7 (sete) linhas seria considerada “insuficiente” e receberia nota 0 (zero).
f) Também seria atribuída nota 0 (zero) à redação que fugisse ao tema ou à tipologia textual, isto é, não fosse um texto dissertativo-argumentativo.
g) A redação que apresentasse proposta de intervenção que desrespeitasse os direitos humanos receberia nota 0 (zero).