Vulcões

VULCANISMO ATIVIDADES INICIAIS

 

  1. Abaulamento do terreno.
  2. Formação de fendas.
  3. Saída explosiva de gases, água e solo.
  4. Abertura e limpeza da chaminé.
  5. Erupção propriamente dita.

 

O QUE É E COMO SE FORMA UM VULCÃO?

Um vulcão é uma estrutura formada pela saída de magma (lava) e gases na superfície da Terra. Possui uma abertura, a cratera, por onde o material é expelido e um edifício vulcânico, formado pelo acúmulo de rochas originadas do resfriamento das lavas e gases e da deposição dos fragmentos e cinzas lançados.

 

O vulcão é uma montanha que foi empurrada para fora da terra. Mas porque isso acontece? No interior do planeta, existem placas (chamadas placas tectônicas). O movimento destas placas mandou para fora essas montanhas.


O aumento da quantidade de lava (rocha líquida) pressiona o magma para fora da crosta terrestre. Quando esta pressão se torna muito alta, o magma é expulso para fora.

 

MAGMA E ROCHAS MAGMÁTICAS

O magma é um material rochoso fundido, formado a grandes profundidades dentro da Terra, onde a temperatura pode chegar a 1.200 oC e a pressão é muito elevada. Trata-se de uma mistura de líquido de rocha fundida, cristais sólidos e gases. A palavra magma tem origem no grego e refere-se a massa ou pasta que faz o pão, como referência a sua consistência viscosa e sua mobilidade.

O magma gerado no interior da terra tende a subir para regiões mais próximas da superfície, ficando armazenado em reservatórios que os geólogos chamam de câmaras magmáticas (veja esquema do vulcão). Estas câmaras podem alimentar vulcões, quando são ligadas à superfície por fissuras na Terra. Tais fissuras que o magma percorre até atingir a superfície são chamadas condutos.

Rochas formadas a partir do resfriamento do magma são chamadas rochas magmáticas ou ígneas [Ígneo, do latim ignis, que tem origem no fogo, a altas temperaturas]. É a classe de rochas que predomina na Terra, podendo ser de dois tipos: plutônicas ou vulcânicas.

Quando o magma se resfria no interior da terra (nas câmaras magmáticas, por exemplo), ele se cristaliza lentamente e dá origem às chamadas rochas plutônicas. [O termo Plutônico tem origem na mitologia romana: vem de Plutão, Senhor do Inferno, localizado no fundo da Terra]

O magma que atinge a superfície é chamado de lava e origina rochas vulcânicas. Na superfície, a lava resfria-se rapidamente e forma rochas de grãos muito finos, pois não há tempo para os minerais cristalizarem-se. Também são expelidos gases que provocam explosões e emisão de partículas. [O termo Vulcânico tem origem na mitologia romana: Vulcano, Deus do Fogo]

As rochas que se formam em ambientes rasos, perto da superfície, porém dentro da Terra (nos condutos, por exemplo) podem ser chamadas subvulcânicas.

 

ERUPÇÕES SUBMARINAS

 

Erupção submarina as lavas encontram a resistência da água para se deslocarem e solidificaram-se com formas arredondadas.

 

Curiosidades

·        Um dos mais conhecidos vulcões em erupção da atualidade é o Etna. Ele tem 3,34 mil metros de altitude e está situado no extremo oriental da ilha da Sicília, na Itália.

·        Acredita-se que existam 550 vulcões ativos no mundo.

·        A nuvem de cinza que cobre a superfície da região onde ficam os vulcões demoram a se recuperar, mas as plantas nascem novamente ainda mais fortes.

·        A lava de um vulcão pode chegar a 2 mil ºC

·        A beleza do vulcão em erupção não apaga o desmatamento causado nas florestas. A lava quente incendia as árvores e destrói casas.

·        A fumaça provocada pela erupção pode causar problemas respiratórios nas pessoas que vivem perto do vulcão.

·        O Mauna Loa, que fica no Havaí, é maior vulcão do mundo com 12 mil metros de altura e 100 km de diâmetro. Sua última explosão foi em 1984.