REAMAR: Adaptação ao recinto

Quando chegavam no centro de reabilitação, os animais estavam muito abaixo do seu peso e desidratados.

1° passo: Era pesado, examinado e se necessário passava por um processo de hidratação com soro fisiológico, caso contrário ia diretamente para uma sala onde ficava para descansar do stress.

2° passo: Começava a alimentação que normalmente tinha que ser forçada e caso fosse preciso, era colocado dentro do peixe o remédio e um pouco de soro.

3° passo: Depois de alguns dias até semanas de recuperação nessa sala o animal era encaminhado para o recinto.